10/03/2010

[Cinema] Oscar 2010, premiação.

Vocês tiveram anteriormente os looks das celebs no tapete vermelho. Viram como a Jannifer Lopez assassinou um Armani lindo, parecendo o lagarto da Alice, como eu bem li em algum lugar.
Agora vamos ao que mais importa, os vencedores dessa 82ª edição do Oscar que foi, no mínimo, surpreendente.
O Oscar de Melhor Filme Estrangeiro tinha como favorito o alemão A Fita Branca, do austríaco Michael Heneke. Foi premiado em Cannes e levou o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro, mas o Oscar ficou com o argentino O Segredo dos Seus Olhos de Juan José Campanella.
Animação Longa-Metragem foi para Up - Altas Aventuras, que levou também Trilha Sonora Original. Não foi surpresa pra ninguém, Up foi a única animação que concorreu também a Melhor Filme.
Outros que não foram surpresa pra ninguém foi o Oscar de Melhor Atriz para Sandra Bullock com Um Sonho Impossível. Também foram mais que justos o de Melhor Ator para Jeff Bridges por Coração Louco e Ator Coadjuvante para Christoph Waltz em Bastardos Inglórios, os dois atores geniais.
Ao meu ver, o mais injusto foi o Oscar de Roteiro Original para Guerra ao Terror. Acho que Quentin Tarantino merecia repetir a dose quando, em 1995, recebeu o prêmio por Pulp Fiction. Dúvido que havia mais original que Bastardos Inglórios.
E as duas premiações que, com certeza, nós deixaram de boca aberta foram de Melhor Diretor para a Kathryn Bigelow e Melhor Filme para Guerra ao Terror. Não foi injusto, mas surpreendente. Enquanto todos achavam que o prêmio iria parar nas mãos de James Cameron e seu poderoso Avatar, quem levou a melhor foi a ex-mulher do diretor.
Avatar tinha grandes chances e abocanhou 3 estatuetas, das 9 que concorreu. O filme mudou muita coisa na forma de fazer cinema a partir de agora. Rendeu quase 2 bilhões em bilheteria, mas parece que não foi o suficiente.
O Oscar para Kathryn Bigelow e seu Guerra ao Terror não foi de forma alguma injusto. Além disso, Kath é primeira mulher a levar um Oscar nessa categoria, o que é muito bom né?! Eu não assisti o filme ainda, mas pelo que ouvi dizer ele não tem nada de patriota, é bem neutro. Não tem nenhum tipo de exaltação aos soldados americanos e mostra a Guerra no Iraque de uma forma que nenhum outro conseguiu até agora.
O Melhor Filme de 2009 e o trunfo sobre o poderoso 3D de Cameron fica com sua ex-mulher e o supostamente "azarão" Guerra ao Terror. Ao Avatar e seus fãs, basta maior bilheteria da história do cinema e a revolução na indústria cinematográfica.
Abaixo temos a vencedora do Oscar de Melhor Figurino por The Young Victoria, a digníssima Sandy Powell, que já havia vencido com "O Aviador" e "Shakespeare Apaixonado".
Mariah


8 comentários:

Thainá disse...

adorei o post muito bom para uma amante de cinema
bezo ;*

Ramones Cheshire disse...

Realmente, não houve no ano passado um roteiro mais original que de "Bastardos Inglórios", fiquei desapontado...Concordo com alguns prêmios e discordo de outros, que a próxima entrega de Oscar's seja com mais paixão pelo cinema, vindo da Academia.
Gostei do post.

Myrian disse...

não achei legal guerra ao terror ter ganho melhor filme u.u

gostei do post, apesar de sucinto é bastante completo o/

CELESTE disse...

Sem querer ser espírito de porco (mas sendo pela própria natureza), considero muito apelativos os filmes que a "academia" escolhe como oscarizáveis e penso que muitas pessoas concordam comigo. Para mim, são filmes do padrão de supercine, tela quente e, depois de alguns anos, sessão da tarde. Para serem assistidos em dia de chuva, quando não houver nada melhor para fazer. Feita justiça à Sandy Powell.

mariah disse...

E tens razão, dificilmente um filme como Bastardos Inglórios ganha um Oscar, um filme como Sin City nunca chegou a concorrer e são filmes geniais.
A "academia" é famosa por premiar os típicos dramalhões, acho que isso nunca vai mudar.

Barbara G. disse...

Olha eu assisti Up - Altas Aventuras e amei! Mas não achei um filme tão infantil assim não, até chorei no começo... Mas enfim, vi três vezes poerque depois eu dei muita risada!
Ammoooo a Sandra Bullock! Não vi o filme pelo qual ela ganho o oscar, mas todos os outros que vi são fantasticos!
beijos

Cah disse...

Eu queria que COralinne ganhasse como melhor animação D:

Jean disse...

Avatar realmente mereceu as estatuetas. Eu não posso dizer que foi injusto o premio de roteiro original e direção, Avatar não tem um roteiro original: o roteiro de Avatar é clássico, com um herói bem definido, o lado negro e luminoso na história são facilmente identificados. Uma história pura e clássica, essa é a beleza de Avatar.

O anti-heroismo já tomou conta: tudo o que não soar desequilibrado ou desnivelado hoje em dia, tanto no cinema quanto na literatura, tem seu apreço diminuido.