07/02/10

[Entrevista] Fotografia com cara de Tim Burton - Lua Amanda.


"Primeiramente Olá!
Eu me chamo Lua Amanda tenho 17 anos e a mais ou menos 1 ano e meio eu fotografo insetos, gotas, modelos e até eu mesma (risos) sempre com algum tema e edição no photoshop.
Amo escutar música, arte e desenhar.
Detesto preconceitos e o egoísmo humano. E ainda pretendo mudar o mundo (ou uma pequena parte dele)."

Lua Amanda / Chemical
Nossa segunda entrevistada do Chique e Ordinário
C&O - Consegue se ver vivendo da fotografia a ponto de seguir uma carreira nessa área ou acha que se trata de algo como um hobby?
Chemical - Eu faço sessões fotográficas para pessoas a algum tempo, como uma forma de treinar e de oferecer meu trabalho para pessoas que admiram ele (eu comecei a fotografar outras pessoas a pedidos e acabei gostando). Eu cobro um preço simbólico, porque geralmente eu edito e faço uma produção para a sessão. Pretendo abrir um estúdio e investir em fotos artísticas como profissão não deixando de ser um hobby porque é algo que eu amo fazer. Eu também costumo tirar fotos de aniversários infantis (fui chamada para um sem compromisso e acabaram me contratando mais umas 4 vezes, depois disso porque gostaram das minhas fotos (risos)). Por enquanto é um trabalho free-lancer mas eu pretendo trabalhar com fotografia no futuro com certeza!
C&O - Soube que você desenha. Para algumas pessoas, o desenho surge justamente como um retrato mental. Para você é assim? Existe um diálogo com a fotografia quando você desenha?
Chemical - Completamente! os dois trabalham juntos inclusive! (risos). Se você olhar com clareza eu tento deixar minhas fotos com um aspecto de desenho, por isso a edição fica um pouco superficial. Os desenhos eu tento fazê-los o mais real possível, geralmente, eu imagino a foto antes de concretizar ela, quando eu imagino a foto ela é como um desenho mental e quando eu desenho imagino uma foto, estranho não? (risos).
C&O - De alguma maneira, todas as artes nos ajudam a codificar algo que nos toca, um momento, uma sutileza, as vezes até uma coisa que nunca foi tirada do mundo dos sentidos; isso ocorre na música, no cinema, na literatura, nas artes plásticas etc. Por que dentre tantas formas de expressão você escolheu a fotografia? O que essa “baiana” tem?
Chemical - Eu sempre tive uma forma diferente de olhar o mundo, coisas que para mim eram incrivelmente belas, a maioria nunca achou graça ou passava reto sem perceber. Isso foi desde a minha infância, até os dias de hoje. Eu sempre fui um pouco "alheia" e sempre me encantei com o mundo e com coisas simples "eu amo o jeito que a luz passa por entre os galhos das árvores em uma noite de neblina". São momentos que eu gostaria de guardar e não só na lembrança. A fotografia me proporcionou isso.
C&O - Você se interessa por algum tipo específico de fotografia?
Chemical - Fotografia de moda por ser mais abrangente. Fotojornalismo focado em questões sociais e fotografia de natureza que sempre foi meu sonho.
C&O - Sobre essa invasão digital em todas as áreas... Hoje a fotografia é muito mais acessível, todo mundo se aventura a fazer suas próprias fotos. O que você acha dessa situação? Isso contribuiu ou vulgarizou a fotografia como arte?
Chemical - Pra ser sincera eu tenho ciúmes disso (risos). Ok! sendo sensata, todo mundo tem o direito de se aventurar, é uma tentativa, a pessoa pode escolher a fotografia porque virou moda ou porque realmente se identificou com ela. Eu não me sinto justa em julgar essa pessoa, eu posso estar errada. Muitas pessoas que se aventuraram com câmeras digitais e que antes não se sentiam capazes de fotografar se identificaram com a fotografia e se saíram muito bem e eu vejo muitas pessoas de visão surgindo por ai. Mas é claro que visão não é nada sem um pouco de estudo. Entender como a fotografia funciona é fundamental! Pra mim o que vulgariza a fotografia como arte é a opção automática da câmera. Quem se diz fotografo e tira fotos no automático deveria rever seus conceitos.
C&O - Percebi que você trabalha bastante com Photoshop. Muita gente considera esse programa uma coisa ruim, à medida que ele se torna uma pretensão da imagem perfeita, da cor ideal; há quem diga que ele furta a beleza natural da imagem; subjuga aquele efeito incrível que até então só era conseguido com um dedicado trabalho manual. O que você acha disso e como o Photoshop contribui para o seu trabalho?
Chemical - O photoshop pode ser uma ferramenta usada de forma errada, quando a pessoa busca retratar a realidade. Eu acho errado um repórter fotográfico usar photoshop para alterar uma imagem ou uma revista de pseudo-gostosas usar photoshop porque a pessoa tem celulite sendo que ela deveria ser perfeita. Você tem que mostrar o que se propôs a mostrar, o repórter mostra a realidade e a garota gostosa de plástico é para pessoas que não pedem realidade, pedem uma gostosa de plástico que nunca vão ter. Eu me proponho a fazer um trabalho fantasioso e nem um pouco natural, mas é claro que quem escolher fotografar comigo tem a escolha de usar ou não o photoshop. O photoshop facilitou a vida de muita gente preguiçosa também, hoje em dia é possível fazer quase tudo em uma imagem no photoshop. Em algumas das minhas fotos que tiro por hobby eu opto por não usar photoshop (em outras eu altero alguns erros de iluminação, que também seriam facilmente resolvidos com uma equipe ajudando e muito investimento em equipamento, mas por enquanto o photoshop ajuda).
C&O - A estética para você é um instinto natural ou sente que adquiriu isso com o tempo? Você acha que a beleza é fundamental?
Chemical - Eu acho a definição de estética algo relativo. É claro que tem algumas técnicas que ajudam a deixar algo mais atraente ao olhar, mas ainda assim não é um consenso geral, eu por exemplo, me baseio no instinto e para algumas pessoas o que eu sou é completamente anti-estético, mas eu fico feliz com o imperfeito. Nunca quis alcançar a perfeição que a maioria quer, eu prefiro o que é perfeito para mim se as outras pessoas gostarem é uma conseqüência. Já a beleza depende muito conceito de cada um, isso também é relativo. Eu amo coisas que para muitos são coisas feias e amo coisas belas também. A beleza é fundamental sempre, mas o que seria dela se não existisse a feiúra para contrastar?
C&O - Você gosta de arte, certo? Sobre Salvador Dali, como ele influência em seu trabalho?
Chemical - Salvador Dali é meu artista favorito! Para mim ele era um gênio! Não só como artista mas também como pessoa, ele era completamente excêntrico e sincero. Ele não tem muita influencia nas fotografias, mas é bem presente nos desenhos, geralmente meus desenhos tem uma pitada surreal.
C&O - Alguns fotógrafos como Sebastião Salgado, dedicam-se às misérias humanas, a nos passar uma mensagem de âmbito social em seus trabalhos. Como você vê essa área, já utilizou essa temática?
Chemical - Sou muito fã das fotos do Sebastião Salgado, eu só não conseguiria fotografar o que ele fotografa porque eu me envolvo demais e a pessoa precisa ser neutra nessa área se não não aguenta a pressão. Minhas fotos de filme são na maioria de mendigos e cães de rua, mas não gosto de tirar fotos de situações miseráveis me faz mal. Eu vejo como uma questão importantíssima mas é uma situação social muito triste que infelizmente eu contribuo. Me envolvo emocionalmente por não poder fazer muita coisa sozinha, então, por enquanto eu prefiro mostrar as pessoas que existe um mundo lindo e colorido para que talvez elas não fiquem tristes e não precisem se sentir miseráveis. Acho que as pessoas ainda não estão preparadas para enfrentarem temáticas assim sem se sentirem chocadas "a maioria das pessoas vive com uma venda sobre os olhos elas precisam tirar as vendas primeiro antes de verem a situação com clareza", então, prefiro guardar os filmes na minha gaveta.
C&O - Diga-nos, se você pudesse fotografar o seu futuro, como gostaria que fosse esse retrato? De que ele é composto?
Chemical - Já viu aqueles panfletos dos testemunhas de Jeová que retratam o paraíso? Se eu pudesse fotografar meu futuro gostaria que ele fosse assim, pessoas convivendo felizes, familias reunidas fazendo um pic-nic. Em um parque lindo com árvores frutiferas, animais, humanos e muita natureza. Sendo um pouquinho mais realista agora, eu gostaria muito que o futuro fosse parecido com um passado nem tão distante, onde o homem não destruía seu lar, não matava seus irmãos em vão e vivia em comunhão com a natureza sem plantar mais do que era preciso comer, sem se importar com o tempo e com a velhice e onde inclusive a velhice era extremamente respeitada, por ser sinal de sabedoria. Meu retrato perfeito é o de um mundo saudável, onde o homem não se sente o senhor deus do universo e respeita a sabedoria da vida.
Abaixo confira apenas algumas fotos do trabalho da Chemical:
Fotos da Amanda:

Fotos de trabalho:
Fotos de evento:
________________________________
Vale a pena conferir outras fotos de Chemical nos links abaixo:
Contatos:
Lua Amanda - chemical.photography@hotmail.com
_______________________________
Por: Thainá e Jana

16 comentários:

Cah disse...

Nossa muito boa a entrevista!
lindas as fotografiiias! *-*
adoraveis ♥

Thainá disse...

Adorei fazer a entrevista com ela ^^
as fotos são muito boas.

Mariah disse...

fico muito bom meninas!
o trabalho dela é muito bom, com certeza

parabéns chemmy, você vai longe ^^

Arruma Blog | Cria [em] Ação disse...

Ja era, virei fã. Realmente fotos ótimas e inspiradoras. Li boa parte da entrevista mas parei pois num consigo ler muito. Em fim, parabéns as duas!!

Anônimo disse...

adorei as respostas! gostei de conhecê-la um pouquinho, sempre me sinto bem em saber que existemn sim pessoas como ela no mundo... :)

continue assim, ou melhor, evolua cada vez mais!

bjo, Jana

Anônimo disse...

Ótima entrevista Chemmy, é ótimo saber mais um pouco de você e saber mesmo o que eu não sabia... como alguem tão linda pensa assim..estou admirada.. suas fotografias estão demais...fotografa mais hein (risos)não pare nunca com seus objetivos *---*

Smack!

Andreza.

Anônimo disse...

Luaa ! Ta linda a entrevista !!!!
E quem te conhece mesmo como eu, sabe que vc foi totalmente sincera ... nunca escondi que vc me inspira a tentar mudar uma parte do mundo .... Beijoss e mto, mtoo SUCESSO pra vc !

Lorrana

Bettina disse...

ela faz um ótimo trabalho, gostei muito. *-*

Anônimo disse...

Ahh sou mto fã da Lua!

Que Ser Humano!

Sucesso Chemmy!

Anônimo disse...

Olá. Sem querer ser chato e antiquado. Eu sou jornalista, logo, trabalho com muitos fotografos. Olhando as fotografias dela, sem contar as que ela tira dela mesma, achei clichê. Sério, conheço MUITOS fotografos muito mais capacitados, e o fato de eu estar manifestando isso aqui, é que tenho notado que estão abrindo muito espaço para fotografias clichês. Depois de ler a entrevista eu procurei olhar algumas fotografias dela, achei criativa e também desenha bem (mas ñ entendo tanto assim de desenhos), porém, como ja disse, não vi nada de espetacular nas fotografias. Mas as que ela edita no photoshop dela mesma ficam criativas sim.

Marcelo cerqueira.

with a little help from my friends disse...

sabe marcelo, eu tbm tive essa impressão quando olhei as fotos, mas quando li a entrevista, percebi que ela tem uma ótima cabeça, boas influencias e que com o tempo vai adquirir mais autonimia, ela recem tem seus 17 anos e já se aventura a fazer o q ela ama, ao contrário de muitos adolecentes que fogem de si mesmo por essa idade.
continuo apoiando o blog quando entrevista não celebridas consumadas e mostra só o que todo mundo já está cansado de babar em cima, mas dá oportunidade para gente novo ser um pouquinho conhecida, e claro, ter seu trabalho criticado para melhorar!

abraço Jana

Anônimo disse...

Eu concordo, Jana. Achei um ponto extremamente positivo ela ter 17 anos e ja aventurar-se a fazer o que ama. Também não acho errado o blog abrir espaço para quem esta começando, o que eu quis dizer é que conheço pessoas, que assim como ela, começaram cedo e hoje fazem um trabalho incrivel, mas por algum motivo os meio de comunicação não abrem o devido espaço para essas pessoas. Não estava nem me referindo ao blog necessariamente, mas no geral. Foi só uma ponta de indignação que tive que manifestar.

Marcelo Cerqueira.

Anônimo disse...

Querido Marcelo Cerqueira ...
acho lindo receber criticas construtivas , mas o que vc disse foi ofensivo ¬¬
para um reporter vc é bem incoerente e não sabe argumentar ...conheço reporteres MUUUUUUUITO mais capacitados , imparciais e profissionais ,se o mercado não abre espaço para pessoas de talento sem fotos clichês ...vá manifestar sua indignação com o mercado e não comigo ;) e como vc mesmo disse , vc não entende nada de desenhos/fotos , procure guardar opiniões que não acrescentem nada na minha vida pra vc ok? ah! em que jornal vc trabalha? me lembre de nunca ler uma matéria sua ...com certeza ela estara distorcida pela sua opinião ofensiva...
Obrigada ;)

a little louder, that's all. disse...

Qual foi o objetivo de tudo isso? Aposto como NENHUM dos profissionais capacitados dele tem 17 anos!

Anônimo disse...

independente da minha idade!
aposto que nenhum deles usa uma canon xt e uma lente 18-55.
não costumo ligar para esse tipo de comentario , mas ele não só me ofendeu ...como ofendeu o que eu amo fazer. então eu perco um pouco a calma...
é lógico que eu não sou a melhor fotografa do mundo! como ninguem é...
fotografia é arte , e é diferente pra cada um ....todo mundo tem uma visão do mundo, não quer dizer que por que eu não sigo a risca todas as técnicas , ou por que me interesso por assuntos que são facilmente classificados como clichês , para pessoas ignorantes...que eu seja incapaz! ou que seja melhor do que qualquer pessoa com 17 , 20 , 50 anos!
eu peço somente uma coisa as pessoas que não me conhecem , por mais que seja dificil não me julguem pré conceituadamente , sou uma pessoa como qualquer outra pessoa , então me trate como se tratasse a vc mesmo.
Marcelo Cerqueira ...realmente hoje em dia artistas sofrem por ter a arte tão prostituida por ai... mas todo mundo tem o direito de se expressar ...ciuminho infantil só significa que vc não confia no seu taco ;)
fico muito triste em pensar que provavelmente vc veio me ofender por ter suas próprias frustrações , que nada tem a ver com minha capacidade ou com a minha idade e sobretudo com o meu talento. pergunte a si mesmo ...e se fosse com vc? vc gostaria?
fico super honrada pela oportunidade que o blog deu a mim de expor meu trabalho e minhas idéias , e eu sei que tenho muito a aprender , talvez vc tb.

Lua Amanda

Anônimo disse...

Minha diva lindaa, hihi ameii a entrevista ;P

by kanie